De 1 a 7 de agosto, ocorre a Semana Mundial da Amamentação, um período dedicado a explorar a importância da amamentação e seus impactos na saúde dos bebês.

A iniciativa busca disseminar informações sobre os benefícios nutricionais, emocionais e de saúde associados à amamentação, promovendo a conscientização global sobre a necessidade de apoiar e incentivar essa prática.

O Início da Semana Mundial da Amamentação

Uma faísca histórica gerou a chama da Semana Mundial de Aleitamento Materno em 1992, a partir de um documento conhecido como “Declaração de Innocenti“, originado em um encontro entre a Organização Mundial de Saúde e a UNICEF.

A Aliança Mundial de Ação Pró-Amamentação (WABA) nasceu em 1991 para cumprir os compromissos assumidos pelos países após a assinatura desse documento.

Desde então, a Semana Mundial de Aleitamento Materno, conduzida pela WABA, tem florescido anualmente, com temas instigantes que abrem caminhos de conscientização em cerca de 170 países.

Assine Amazon Prime e garanta FRETE GRÁTIS nas suas compras!

Semana Mundial da Amamentação no Brasil

Semana Mundial de Amamentacao

Instituído pela Lei nº 13.435/2017, o Mês do Aleitamento Materno traz à tona um período de ações intensificadas, repletas de conscientização e esclarecimento sobre o valor vital do aleitamento. Dentro dessa moldura de tempo, eventos, palestras e divulgação na mídia se entrelaçam para enaltecer essa conexão singular entre mães e filhos.

Com o slogan “Apoie a amamentação: faça a diferença para mães e pais que trabalham“, o Ministério da Saúde (MS) lançou a Campanha da Semana Mundial de Aleitamento Materno – SMAM 2023, em 31 de julho. Assista ao vídeo da campanha:

O impacto positivo do apoio dos empregadores ressoa fortemente, permitindo que mães trabalhadoras nutram seus filhos de maneira exclusiva até os seis meses e complementem a alimentação até os dois anos ou mais, conforme as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do MS.

O leite materno é um direito bilateral, sustentando o direito da mãe de amamentar mesmo enquanto trabalha, garantido pelas normas trabalhistas, e o direito do bebê de receber uma nutrição adequada para crescimento e desenvolvimento saudáveis, conforme estipulado pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

A Semana Mundial da Amamentação assume um papel fundamental na promoção desses direitos, fortalecendo os laços entre trabalho, maternidade e saúde da criança, para um futuro robusto e saudável.

Leite Materno: Nutrientes Essenciais Para Ossos Fortes

Ao falarmos sobre a saúde dos ossos, a amamentação emerge como uma fonte vital de nutrientes. Durante esse período de alimentação, o leite materno oferece cálcio, fósforo e vitamina D, elementos essenciais para o desenvolvimento adequado dos ossos.

É como se a mãe transmitisse diretamente a força dos seus próprios ossos para seu bebê, preparando-o para enfrentar os desafios futuros.

A amamentação vai além de uma simples alimentação, estabelecendo um vínculo especial entre mãe e filho que também influencia a saúde óssea.

Estudos indicam que bebês amamentados por mais de 6 meses tendem a apresentar ossos mais densos, contribuindo para sua saúde ao longo da vida. Além disso, a amamentação traz benefícios para a mãe, ajudando a prevenir a osteoporose.

Semana Mundial de Amamentacao Agosto Dourado

Durante o Agosto Dourado, a ênfase não está apenas na amamentação, mas também nos cuidados gerais com os bebês. A Semana Mundial da Amamentação se une a essa iniciativa, ressaltando que o aleitamento materno é um investimento fundamental para ossos saudáveis no futuro.

Contudo, é importante lembrar que, além da amamentação, uma dieta equilibrada, exposição moderada ao sol e atividades físicas também desempenham papéis cruciais na construção óssea.

A amamentação não só beneficia os bebês, mas também as mães. Ao explorarmos essa relação, constatamos que a amamentação oferece proteção contra a osteoporose e a perda óssea.

Estudos demonstram que mulheres que amamentam por períodos mais longos tendem a ter ossos mais fortes. Assim, a jornada de nutrir os filhos também contribui para a saúde óssea das mães.

Conclusão

A Semana Mundial da Amamentação é mais do que uma simples celebração; é um investimento no futuro. Nesse período de reflexão, compreendemos que a amamentação não apenas promove a saúde dos ossos, mas também fortalece os laços familiares.

Leia também: Cuidados na amamentação de um bebê com APLV: o que você precisa saber

Links complementares:

https://rblh.fiocruz.br/ministerio-da-saude-lancou-campanha-nacional-da-semana-mundial-de-aleitamento-materno-apoie

https://saude.mpu.mp.br/noticias/agosto-dourado-2023

Assine Amazon Prime e garanta FRETE GRÁTIS nas suas compras!

Isenção de responsabilidade: Nossos links contém afiliações; compras via links geram pequenas comissões. Essas comissões sustentam o blog. Este site não deve ser considerado um conselho médico. Consulte o seu médico se tiver alguma dúvida sobre o conteúdo apresentado.

Compartilhar.

Mãe dedicada e incansável defensora dos desafios e alegrias da maternidade. Com um bacharelado em Psicologia, obtido em 2010, minha paixão pelo entendimento da mente humana e dos laços familiares me conduziu a explorar a maternidade sob um olhar psicológico e emocional. Desde o nascimento do meu primeiro filho, tenho compartilhado minhas experiências e reflexões através de artigos em blogs, e agora faço parte da família Manual Materno. Minha missão é oferecer apoio e insights únicos a outras mães, ajudando-as a navegarem pelos altos e baixos dessa jornada incrível.

Deixe uma Resposta

dezesseis − três =